Endorfina

endorfina

Como liberar a endorfina no organismo?

A atividade física é uma das maneiras de intensificar o poder da endorfina no organismo. Quer saber mais sobre esse hormônio natural, capaz de proporcionar prazer, melhorar a resposta imunológica do organismo e que não depende de outros estímulos químicos? Então, continue a leitura do nosso post! O que é endorfina?

O que é a endorfina e qual a sua função?

A “Endorfina” é um dos hormônios do corpo humano, denominada de “hormônio do prazer”, sendo uma substância química utilizada pelos neurônios (neurotransmissores) e produzida no cérebro pela glândula hipófise. É justamente essa sua principal caraterística: proporcionar o prazer e o bem-estar ao ser humano.

Como estimular a produção de endorfinas?

No entanto, existem algumas formas de estimular a produção de endorfinas, como praticar atividades físicas, ter contato íntimo, comer chocolate ou estar entre amigos, que são atividades que levam à liberação de endorfina no sangue, aumentando a sensação de bem estar e prazer.

Quais são as consequências dos baixos níveis de endorfina no corpo?

Os baixos níveis de endorfina no corpo podem causar irritação, tristeza ou irritabilidade, e podem aumentar o risco de desenvolver problemas de saúde como depressão, ansiedade, fibromialgia ou enxaqueca crônica, por exemplo.

Como aumentar a liberação de endorfinas?

Uma das melhores formas de aumentar a liberação de endorfinas é fazer uma corrida, pelo menos 1 vez por semana. No entanto, para pessoas que não gostam desse tipo de exercício, pode-se optar por praticar aulas de grupo numa academia ou algo mais tranquilo como uma aula de pilates ou yoga, por exemplo.

Como a endorfina pode trazer benefícios para o corpo?

Endorfina é o termo popular para substâncias químicas nomeadas cientificamente de opiatepeptides. Seu nome é a junção dos termos endo (interno) + morfina (analgésico), sendo que seus efeitos são tão poderosos que chegam a ser 20 vezes mais eficientes que alguns medicamentos para dor.

Como estimular a produção de endorfinas?

No entanto, existem algumas formas de estimular a produção de endorfinas, como praticar atividades físicas, ter contato íntimo, comer chocolate ou estar entre amigos, que são atividades que levam à liberação de endorfina no sangue, aumentando a sensação de bem estar e prazer.

Qual a importância da liberação de endorfina para o sistema imunológico?

A liberação de endorfina ajuda a fortalecer o sistema imunológico, por reduzir o estresse emocional. Isto porque em situações de estresse crônico ou depressão, o sistema imunológico pode ficar enfraquecido, diminuindo sua capacidade de combater microorganismos e aumentando o risco de doenças.

Como aumentar a liberação de endorfinas?

Uma das melhores formas de aumentar a liberação de endorfinas é fazer uma corrida, pelo menos 1 vez por semana. No entanto, para pessoas que não gostam desse tipo de exercício, pode-se optar por praticar aulas de grupo numa academia ou algo mais tranquilo como uma aula de pilates ou yoga, por exemplo.

O que são endorfinas e como funcionam?

O que são endorfinas? As endorfinas são hormônios protéicos que se distinguem por sua atividade como neurotransmissores, ou seja, atuam na transmissão de mensagens ao sistema nervoso. Essas substâncias são produzidas pelo cérebro ao nível do lobo pituitário anterior, na glândula adrenal e ao nível do trato gastrointestinal.

Quais são as consequências dos baixos níveis de endorfina no corpo?

Os baixos níveis de endorfina no corpo podem causar irritação, tristeza ou irritabilidade, e podem aumentar o risco de desenvolver problemas de saúde como depressão, ansiedade, fibromialgia ou enxaqueca crônica, por exemplo.

Por que a endorfina é um hormônio tão conectado aos exercícios físicos?

O porquê da endorfina ser um hormônio tão conectado aos exercícios físicos é simples: esse é um hormônio que ainda não foi desenvolvido de forma artificial, portanto, ele depende da prática de atividades físicas para ser liberado no corpo, já que esse processo só acontece durante e depois dos treinos.

Postagens relacionadas: